Defesa Trabalhista

Prestamos Assessoria Jurídica Empresarial, especialmente o que envolve os direitos trabalhista e orientação jurídica para empresários. Caso sua empresa ou você microempreendedor individual, receba uma notificação do Tribunal Regional do Trabalho para comparecer a audiência inicial, provavelmente algum de seus funcionários colocou a empresa na justiça.

Os motivos para o funcionário entrar com uma ação na justiça trabalhista, e as dúvidas que pairam sobre a cabeça do empresário nesses momento são inúmeras, como:

  • Demiti funcionário não paguei acerto trabalhista;
  • Como demitir um funcionário?
  • Demitir funcionário por justa causa;
  • Acordo trabalhista com empregado;
  • Abandono de emprego, o que fazer?
  • Como evitar processo para a empresa?
  • Meu funcionário pediu demissão e não tenho dinheiro pra pagar as multas rescisórias, o que fazer?
  • Fui notificado de um processo trabalhista;

Se o descrito acima é uma de suas dúvidas é importante que procure com urgência orientação de um advogado trabalhista (assessoria jurídica para empresas) que seja capacitado e tenha experiência nesse tipo de ação. Isso porque, o não comparecimento à audiência inicial ou uma defesa não adequada poderá significar um dispêndio financeiro para sua empresa, inclusive, com a penhora de bens.

Os principais pontos que o empresário deve saber sobre uma audiência inicial trabalhista são:

  • O não comparecimento à audiência inicial importará no julgamento da causa à revelia, o que significa dizer que toda matéria de fato alegada pelo reclamante terá presunção de confissão do empregador reclamado.
  • O empresário/reclamado trabalhista caso não possa comparecer a audiência poderá se fazer representado por um preposto na audiência trabalhista. (deve ser alguém que tenha conhecimento dos fatos alegados pelo reclamante).
  • Existem certos documentos que são de suma importância que sejam apresentados na primeira audiência, como exemplo aquele disposto no art. 74, §2º da CLT, e ainda conforme o art. 847 da CLT, que não havendo acordo, o reclamado (empresário) terá vinte minutos para aduzir sua defesa, após a leitura da reclamação (alegação feita pelo empregado).
  • Ainda, não havendo acordo na audiência inicial, será designada audiência de instrução para trazer ou arrolar testemunhas.
  • O processo tem seu prosseguimento normal, podendo ao final haver a penhora de bens para o cumprimento da determinação judicial, o que podera trazer consequências para o caixa da empresa.

Pelo aqui delineado, vê-se que se trata de um processo que é necessário o acompanhamento de um advogado trabalhista em Goiânia, que esteja próximo do caso, que possa lhe fornecer todo o suporte necessário para um bom acompanhamento e defesa no processo trabalhista.

O Escritório SANTOS E FONSECA ADVOGADOS é especializado neste tipo de causa, com advogados de defesa trabalhista em Goiânia, capacitados para atuar no interesse do reclamado, garantindo a tranquilidade em todo o processo.

Para o sucesso da defesa é imprescindível que o interessado busque auxílio de um advogado trabalhista de imediato, pois existem algumas medidas que precisam ser tomadas antes da audiência inicial trabalhista.

São diversas defesas em processos trabalhistas realizadas com sucesso pela nossa equipe, com a vitória e satisfação dos nossos clientes. Então, caso tenha sido processado por funcionários, entre em contato conosco, que teremos o maior prazer em achar uma solução para seu caso.