Revisional de Veículos

Por meio de uma ação revisional de contrato o consumidor pode conseguir a redução de débitos, modificação de valores de parcelas, prazos e até mesmo a restituição de valores já pagos em financiamentos de veículos (Leasing / Alienação Fiduciária), de imóveis, crédito pessoal, cheque especial, cartões de crédito e dívidas agrícolas.

Seus principais benefícios são:

  • Reduzir débitos junto a bancos sem pagar juros abusivos;
  • O consumidor assume valores justos para quitação de seu débito;
  • Facilita a renegociação com o banco, através de um acordo, para quitação do veículo ou extinção da dívida;
  • O consumidor pode evitar que seu nome seja negativado;
  • A revisão do financiamento/empréstimo pode ser feita independente de estar com parcelas atrasadas ou em dia;
  • O consumidor que teve o carro apreendido ou devolveu voluntariamente poderá ajuizar a ação revisional para rever valores e/ou quitar sua dívida com o banco;
  • Ter acesso a uma via do contrato firmado com a instituição financeira;
  • Ter a revisão dos juros abusivos, extinção de taxas, serviços, comissões e eventuais abusos quando se tem atraso na parcela;
  • Meio para o consumidor, mesmo com a quitação do carro, ter devolução de valores pagos indevidamente.

Foco em Resultado

Buscamos analisar o contrato visando identificar ilegalidades como taxa de juros remuneratória com sinais de abusividade, sistema de juros de Capitalização (cobrança de juros sobre juros ou anatocismo), observamos também se em algum momento o consumidor foi vitima de Venda Casada sendo induzido a adquirir algum produto do banco para conseguir o financiamento, bem como se houve cobrança de Taxas de Abertura de Crédito, Emissão de Boleto, Tarifa de Serviços, Serviços de Terceiros, dentre outras também consideradas ilegais e se o cliente foi submetido a cumulação da Comissão de Permanência com outros encargos quando houve atraso nas parcelas.

Ajuizando uma ação revisional de contrato de financiamento

Em situações de endividamento crescente onde sua dívida se assemelha a uma bola de neve, sendo ameaçado de perder bens devido a dívidas ou a impossibilidade de seguir pagando as parcelas de um financiamento, o mais aconselhável é procurar um advogado especializado para consulta e talvez proposição de uma ação revisional de contrato, questionando possíveis irregularidades nos instrumentos de crédito e inclusive sobre as parcelas já pagas, podendo reduzir débitos, modificar valores de parcelas, prazos e até mesmo ver-se restituído de valores indevidamente pagos.

Enquanto isso o consumidor terá tempo para se estruturar financeiramente.

Simultaneamente, poderemos estar negociando um acordo com o credor, buscando conseguir descontos ou amenizações para encerrar definitivamente o débito e resolver o superendividamento do consumidor.